Contato

milton@odiario.com
44 8444 1602

Pesquisar este blog

sábado, 12 de junho de 2010

Aos navegantes

O blog deu uma parada técnica de ontem para hoje para a mudança de endereço. A partir de hoje estaremos hospedados no site odiario.com e, para quem quer salvar nos favoritos, o endereço é odiario.com/blogs/miltonravagnani.

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Por quanto tempo?

Reportagem de Vinícius Carvalho em O Diário de hoje (aqui na versão on line) revela que as operadoras de TV por assinatura conseguiram o bloqueio dos canais para quem utiliza os receptores clandestinos, a chamada Skygato. Por ora conseguiram. Essa decodificação é a razão de viver de muita gente especializada, que não se intimida com dificuldades momentâneas. Logo, logo, aparece uma atualização com os novos códigos.
Isso aí é como menino bagunceiro. A mãe tranca no quarto de castigo e ele rabisca todas as paredes.

Viagem sem transtornos


Dor de cabeça para pais que programam viagens separadas, a peregriação para obter a autorização para menor viajar ficou mais fácil. O TJ do Paraná publicou uma cartilha eletrônica que esclarece o que pode, como pode e o que fazer para permitir aos menores seguir viagem sem complicações nem aborrecimentos nos aeroportos e rodoviárias. É um roteiro que evita estresse e facilita a vida dos pais. Mas o detalhe: autorização judicial (quando o menor tem menos de 12 anos e viaja sem a companhia de um dos pais) só sai em dois dias úteis. Não dá para deixar para a última hora.

Não é mera coincidência

Repare que o deputado Ricardo Barros aparece na foto oficial da convenção do PSB ao lado do prefeito Luciano Ducci, de Curitiba, estrela maior do partido. Normal o partido da pombinha ir com Beto nestas eleições: Ducci ganhou três anos de mandato de Beto por ser seu vice, e a contrapartida é claramente justificável. Mas as mãos dadas com Ricardo Barros ali não significam apenas o apoio do partido ao PP, que quer fazer uma vaga ao Senado por meio do deputado maringaense. É mais: Ducci é quem indicará os dois suplentes de Ricardo. É o que o último precisa para ter o apoio da máquina na Capital e, naturalmente, fortalece o primeiro no projeto de buscar a reeleição.

PSB já aderiu

O PSB oficializou ontem a adesão à candidatura de Beto Richa ao Governo do Estado em convenção estadual. É o primeiro a sacramentar a composição. Antes mesmo do PSDB do candidato.

Ficou daquele jeito

Como antecipado pela coluna, o PDT deixou a convenção em aberto para, oficialmente, ter tempo para "articular as alianças" para as eleições deste ano. Na verdade, Osmar Dias ainda espera a última cartada para o fim-de-semana. O PDT faz convenção nacional amanhã e o PT no domingo. E ele vai explicar pela última vez a dificuldade que tem para lançar sua candidatura ao Governo. Sem demover Orlando Pessuti da candidatura, só dá para Osmar se o PT vier inteiro. Inteiro significa com Gleisi Hoffmann na vice. Senão, o negócio é ir de Beto mesmo. E o palanque de Dilma que desmorone.

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Agora vai

O governador Orlando Pessuti mostrou hoje em Londrina a portaria do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) autorizando o início do processo de desapropriação para a construção do Contorno de Mandaguari. Com o documento, o DER já pode fazer o decreto de desapropriação para o início da obra. A Viapar, que é responsável pela rodovia, assegura que, depois de publicado o decreto, inicia os trabalhos em 40 dias. E termina em seis meses.
Cyleninho deve estar eufórico

Tiveram juízo

O projeto que prevê a progressão de alíquota para o IPTU dos imóveis desocupados foi retirado de pauta para que se faça uma melhor redação no artigo que institui a progressão. Fizeram bem. O blogueiro já havia alertado na coluna impressa do jornal que o artigo estava mal redigido e possibilitava uma interpretação equivocada. O objetivo da lei é aumentar a alíquota de 2% em 2%, até completar 8% ao ano. Mas como estava escrito permitia interpretar um aumento de 2% no primeiro ano e de 2,04% no segundo. Seria o prato cheio para os tributaristas.
Vamos ver se agora o texto fica mais claro.

O motivo da briga

A emenda aprovada na madrugada de ontem no Senado, que prevê a divisão igualitária dos recursos do petróleo fará, se a lei entrar em vigor depois de passar pela Câmara e pela sanção de Lula, com que Maringá salte a arrecadação proveniente dos royalties de R$ 417,13 mil no ano passado para R$ 5,3 milhões em 2011.
Já Cabo Frio, no Rio de Janeiro, deixará de receber R$ 130,2 milhões para pôr no caixa apenas R$ 4 milhões. Será que eles estão nervosos?

Prato feito

Abib Miguel e mais dois ex-diretores da Assembleia (José Ary Nassiff e Cláudio Marques da Silva) já estão soltinhos, como arroz de feijoada. A liberdade do trio foi cumprida hoje à tarde. O Blog, que foi o primeiro a dar a notícia na terça-feira, já havia antecipado hoje pela manhã que era apenas uma questão de horas.
Free as a bird, como diz aquela música póstuma dos Beatles.
O site da RPC também já deu a notícia.

Herança genética

Do Goela de Ouro, via Zé Beto:
O empreiteiro Cecilio Rego Almeida derrubou um governador (Leon Perez) em 1971. Problemas de comi$$ões na construção da Estrada de Ferro Central do Paraná. Um de seus filhos pode chegar ao Palácio Iguaçu, num gabinete do térreo - não do principal. Dinheiro não é tudo, mas resolve cada problema…

UEM contrata médico

A Universidade Estadual de Maringá abriu vaga para contratar médico. O edital de inscrição está no site da entidade e prevê processo seletivo de prova de títulos e avaliação de currículo. O concurso da UEM oferece vaga de nível superior com remuneração é de até R$ 3.039,55.

Sarandi terá Companhia da PM

O governador Orlando Pessuti anunciou na escolinha de governo em Londrina (é interiorização, não é campanha...) a criação da 4ª Companhia de Polícia Militar de Sarandi. Por enquanto a cidade é servida por um destacamento da PM que, como é notório, não dá conta do recado. A criação de uma Companhia pressupõe a alocação de mais efetivo para a cidade, que há muito clama por mais policiamento e mais estrutura na segurança. Se Pessuti conseguir ultrapassar o fosso que existe entre a promessa e a concretização, terá feito um enorme bem para Sarandi e, por consequência, para Maringá.

João Noma recebe título de cidadão honorário do Paraná

O empresário João Noma, escolhido empresário do ano de Maringá em 2008, receberá amanhã, às 20 horas, o título de cidadão honorário do Paraná. Para a solenidade, a Assembleia Legislativa se instalará simbolicamente na Câmara de Maringá.
A homenagem, proposta pelo deputado estadual Teruo Kato, trará à cidade mais uma vez o governador Orlando Pessuti, que não perde uma chance de manter a campanha á reeleição ativa. Vai que o PMDB lhe fecha a porta...

Coisa de Zagallo


Será no modernoso Unique Palace, o centro de eventos estalando de novo da Capital Federal, a 500 metros da ponte JK, que a ex-ministra Dilma Rousseff receberá o cocar do PT para tentar substituir o atual chefe da Taba. A data não poderia ser outra: dia 13, domingo próximo. E a festa é para 1,3 mil filiados. Tudo para coincidir com o número do partido. Só não pode, no final, terminar a eleição com 13 milhões de votos. Aí não elege a companheira Dilma.

No comércio, horário dos jogos fica sem regra

Cada loja decidirá o horário de funcionamento durante os dias de jogos da Seleção na Copa do Mundo. É o que ficou acertado entre os sindicatos dos empregados e dos empregadores. A impossibilidade de se definir quando serão os jogos caso o Brasil avance (o que quase todos esperam) impediu os sindicatos de fixar um termo aditivo à convenção coletiva da categoria.
Muitos lojistas falam em disponibilizar TVs e telões para todos assistirem no horário de trabalho. Mas a tradição mostra que durante o horário dos jogos as ruas ficam vazias.

Primeiro na Câmara, agora no Senado

Depois de impor uma dura derrota ao governo, a emenda Ibsen, que repartia igualitariamente os recursos do petróleo da chamada camada do Pré-Sal foi ressuscitada no texto do senador Pedro Simon e aprovada no Senado na madrugada de ontem. Agora o texto volta para a Câmara, mas não pode ser alterado. Ou a casa aprova ou reprova.
Os critérios de partilha hoje são aqueles da formação do Fundo de Participação dos Estados (FPE). Hoje, pela inércia do Congresso em aprovar uma lei definitiva estabelecendo como deve ser divido o bolo da receita, 85% de toda a grana é destinada aos Estados do Norte e Nordeste. Só os 15% restantes são divididos entre os estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Quando foi estabelecida esta divisão de maneira provisória (era para ter sido aprovada uma lei tratando do tema até 1991, mas ela nunca saiu do projeto) se decidiu incentivar os Estados no Norte e Nordeste que careciam de mais recursos naquele momento para equilibrar as necessidades da população com as dos demais Estados. Já se passaram vinte anos e o quadro pouco mudou. A emenda de Simon quer equilibrar essa conta.
O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB) já disse que se passar, Lula vai vetar.
Em ano de eleição? Duvido.

Aproveitem antes que acabe

Anúncios como o que o deputado Luiz Nishimori publicou hoje na capa de O Diário, e que o deputado Odílio Balbinotti costumeiramente veicula no jornal, têm prazo para acabar. A partir de 6 de julho, quando começa a propaganda eleitoral, o limite para publicações de candidatos será de 10 anúncios por jornal, segundo a lei eleitoral. E o tamanho não pode ser superior a 1/8 de página por publicação.
Depois da proibição dos showmícios, dos anúncios em out door e, agora, a limitação nas publicações impressas, a tendência é a aprovação do financiamento público das campanhas.
Esta é uma discussão interessante. Há quem veja um acinte em dar dinheiro para os políticos fazerem campanha. Mas isso já acontece normalmente. Este ano os partidos receberão R$ 160 milhões do erário para a chamada cota partidária. Estas limitações têm um lado ruim, porque dificultam a comunicação do candidato com o seu eleitor. Mas há a compensação, que é o nivelamento econômico das candidaturas. Com o atual modelo, quem tem capacidade de arrecadar mais é privilegiado. Com o financiamento linear de todas as candidaturas, o jogo fica mais equilibrado.

Questão de horas


O ex-diretor geral da Assembleia Legislativa, Abib Miguel ainda (foto) não foi liberado pelo STF, depois que o ministro Dias Toffoli concedeu a liminar suspendendo provisoriamente as investigações do MP no caso dos Diários Secretos, segundo informa a RPC. Mas não foi apenas porque não houve a comprovação de que Bibinho, como Miguel ficou conhecido, estava preso. Sua defesa já fez a apresentação da prova ao ministro, que ainda não apreciou. Como se trata de réu preso, o caso tem preferência. Ele pode ser libertado ainda esta semana.
A notícia da liminar de Dias Toffoli foi dada com exclusividade pelo blog na terça-feira, enquanto aconteciam os protestos contra a impunidade promovidos pela OAB sob os incensos da RPC.

Mais voos e poucas vagas

O superintendente do Aerporto Silvio Name Júnior, Marcos Valêncio, prevê o aumento de voos para Maringá depois de elevada a categoria de segurança do aeródromo, do nível 5 para o nível 6, segundo notícia de O Diário on line de hoje, reafirmando nota de ontem do blog.
Mais um caminhão de bombeiros - e mais efetivo - está em fase final de aquisição, capacitando o aeroporto a subir mais um degrau na escala, chegando ao nível 7. Com os R$ 2 milhões que já foram liberados para a ampliação do pátio de manobras, mais aeronaves poderão operar simultaneamente.
Um senhor avanço.
Falta agora cuidar do outro lado. Não há vagas para o usuário deixar seu veículo sequer no estacionamento pago. Sua ampliação é coisa para ontem.

Ah, tá!


Agora descobrimos o motivo do Parque do Ingá estar fechado há 14 meses. É a greve do Ibama, que já tem 60 dias, que atrapalha a entrega das obras. Explicado já está. Só não convence.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Bolo de Santo Antônio terá 150 metros

A comunidade da Paróquia Santo Antônio começa a montar amanhã o tradicional bolo casamenteiro (é o santo para quem se acende velas para arrumar casamento). Tradicional, tem medalhinhas do santo espalhadas pelos pedaços. Normalmente falta bolo, tamanha a procura.

Aviso de desligamento

Como é utilidade pública, o blog abre espaço:
"A Sanepar fará, nesta quinta-feira (10), as interligações das novas redes de água implantadas em substituição as antigas redes de ferro fundido. Para isto deverá interromper o abastecimento, no período das 8 às 16 horas, no Jardim Mandacaru, entre a avenida 19 de Dezembro e rua Arlindo Planas; e na Zona 6, entre a Linha Férrea e a avenida Colombo".Para mais informações ligue 115.

Em aberto

A convenção do PDT de amanhã terá abertura mas não terá fechamento. A ideia da executiva é deixar a ata em aberto até o último dia possível (o limite é o dia 30)para ver o que é possível negociar. Amanhã a conversa será mesmo com os deputados. A questão para estes é bem simples: e aí, dá para ir com o PMDB e seus 17 estaduais e sete federais com mandato? E juntar no chapão de Beto, vale à pena?
No sábado, Osmar estará na convenção nacional do PDT, com Lula, Dilma e companhia. Se até lá não tiver um acordo costurado, já era.

Pelo visto, ele já decidiu

O PDT estadual convida para a convenção do partido, marcada às pressas para amanhã às 17h na sede do partido, na Avenida Nossa Senhora da Luz, 2143 em Curitiba. O evento não tinha data marcada, mas se trabalhava com a possibilidade de ser dia 26 próximo. O PSDB chegou a mudar a data da própria convenção, do dia 11 para o dia 19, de forma a facilitar as negociação como senador Osmar Dias. Este, pelo jeito, já cansou do impasse com o PT e tem sua decisão tomada. Do contrário não marcaria assim, de supetão, a convenção. Ou vai sozinho ao governo, coisa pouco provável, ou anunciará amanhã sua adesão à chapa de Beto Richa.
Se acontecer a capitulação aos tucanos, é sinal de que os boatos de que seu irmão Alvaro Dias será o vice de José Serra são mais concretos do que se especula.

Não faz diferença

O Banco do Brasil anuncia 71 novas contratações para Maringá e região, anuncia O Diário.com. Pensa com isso aliviar a pressão da demanda pelos serviços. Significa quase nada. Se contratasse 710, talvez tivéssemos alguma melhora. Na agência da praça da Divino Espírito Santo, a fila, que chega ao meio da quadra, para entrar no prédio é de uma hora. Para depois esperar mais uns 50 minutos para ser atendido. Ah, Maringá tem uma lei que obriga o atendimento bancário em 20 minutos. Mas para ela valer é preciso que o Procon funcione. Como não é o caso...

Deu zebra III

O vereador Aparecido Regini (PP), o Zebrão, não gostou da escolha de Carlos Saboia (PMN) para ser o líder do prefeito na Câmara durante o período em que o titular do cargo, Heine Macieira (PP) visita as cerejeiras em flor no Japão em viagem oficial, segundo informa Lauro Barbosa. Nada contra o colega. É que ele tinha outro candidato ao posto: ele mesmo. E não consegue entender porque foi preterido na escolha. Na verdade, Zebrão não consegue entender muita coisa.

Aeroporto de Maringá volta à categoria 6


Com a chegada do veículo de combate a incêndios que faltava, o Aeroporto Silvio Name júnior volta à categoria de segurança 6 da Anac, e agora poderá operar os cargueiros normalmente e os 737-800 da gol. Uma boa oportunidade para a Trip colocar os EMB 170 da sua frota (foto) para fazer a rota de Maringá. Ah, novas rotas que estavam aguardando a elevação de categoria devem ser anunciadas nos próximos dias.
Agora a administração busca mais um caminhão especial de bombeiros para elevar a categoria para o nível 7. Coisa para antes das eleições, claro.

Medo no avião

Os passageiros do voo 4095 da Azul Linhas Aéreas que seguiam de Maringá para Campinas viveram momentos de apreensão ontem, por volta das 18h, quando a aeronave se aproximava para pouso na Capital paranaense. Os fortes ventos laterais - segundo a companhia - forçaram o piloto a arremeter após ter tocado o solo. O voo seguiu para Campinas sem a escala programada. Ninguém ficou ferido.

Decisão é temporária, diz especialista

A decisão do ministro Dias Toffoli, que reconheceu que o escândalo dos Diários Secretos da Assembleia são desdobramentos da investigação da Oparação Gafanhoto - que corre no STF por envolver parlamentares federais - anunciada com exclusividade pelo blog, é, na visão do professor de Direito Administrativo Egon Bockmann Moreira, da UFPR, provisória. E foi um ato de cautela do STF para a possibilidade de haver algum erro formal na apuração dos fatos. Mas reconhece que a partir de agora o processo será mais lento.